All posts in junho 2015

TTT no Snapchat

O Snapchat virou uma febre entre os jovens no mundo todo.

O app, que começou como uma ferramenta pra sexting (sex + texting), logo teve seu potencial percebido por algumas empresas, artistas, etc e hoje vem se firmando como uma ótima ferramenta para aproximar os artistas de seus fãs.

O Tamuya Thrash Tribe está inovando ao transmitir o dia-a-dia da banda pelo app, com imagens e vídeos dos ensaios, gravações, processo de composição, viagens e até as nossas incursões pelo underground (shows, eventos, viagens, etc)

Para acompanhar a gente por lá, é só adcionar pelo usuário “luciano.vassan” ou apontar a câmera do celular com o aplicativo aberto para a imagem do “fantasminha” (imagem abaixo).

IMG_20150526_211046

As primeiras transmissões oficiais serão na quinta-feira, dia 04/06, quando a gente entra em estúdio para vai gravar a pré do disco novo, mas quem quiser, já pode adicionar, pois já estamos realizando algumas experiências no app.

É a tecnologia chegando sempre para somar, e não acabar com a arte, como alguns desavisados insistem em tentar negar o futuro.

Snapchat won the youth worldwide.

The app, which began as a tool for sexting (sex + texting), soon had their potential perceived by some companies, artists, etc. and today has established itself as a great tool to bring together artists and their fans.

Tamuya Thrash Tribe is innovating to pass the day-to-day band the app, with images and videos of the rehearsals, recordings, writing process, travels and even our forays into the underground (Concerts, events, travels, etc.)

To follow us there, just add the user “luciano.vassan” or pointing your camera phone with the application open to the image of the “ghost” (image below).

The first official broadcast will be on Thursday, 06/04, when we’ll enter the studio to record the pre-sessions of the new album, but whosoever will, can now add, because we are already carrying out some experiments in the app.

It is the technology always coming to add, and not end up with art, as some unsuspecting insist on trying to deny the future.